serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A08 Sistema Nervoso .
A08.850 Sinapses .
A11 Células .
A11.284 Estruturas Celulares .
A11.284.149 Membrana Celular .
A11.284.149.165 Estruturas da Membrana Celular .
A11.284.149.165.420 Junções Intercelulares .
A11.284.149.165.420.780 Sinapses .
B01 Eucariotos .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.157 Brassicaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.157.811 Sinapis .
C23 Condições Patológicas, Sinais e Sintomas .
C23.888 Sinais e Sintomas .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.750 Sinapsinas .
D12.776.744 Fosfoproteínas .
D12.776.744.840 Sinapsinas .
L01 Ciência da Informação .
L01.313 Informática .
L01.313.500 Informática Médica .
L01.313.500.750 Aplicações da Informática Médica .
L01.313.500.750.300 Sistemas de Informação .
L01.313.500.750.300.361 Sistemas de Informação em Saúde .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Sinapsinas .
Sinapsina I .
Sinapsina II .
Sinapsina III .
Proteína I .
Proteína III .
Família de proteínas associadas às vesículas sinápticas envolvidas na regulação de curto prazo da liberação de NEUROTRANSMISSORES. A sinapsina I, o membro predominante desta família, liga as VESÍCULAS SINÁPTICAS a FILAMENTOS DE ACTINA no terminal nervoso pré-sináptico. Essas interações são moduladas pela FOSFORILAÇÃO reversível da sinapsina I através de várias vias de transdução de sinal. A proteína também é um substrato para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE C-AMP e para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE CÁLCIO-CALMODULINA. Acredita-se que essas propriedades funcionais também sejam compartilhadas pela sinapsina II. .
1.00
 
Sinapses .
SINAPSE .
Junções especializadas, nas quais um neurônio se comunica com uma célula alvo. Nas sinapses clássicas, a terminação pré-sináptica de um neurônio libera um transmissor químico armazenado em vesículas sinápticas que se difunde através de uma fenda sináptica estreita, ativando receptores na membrana pós-sináptica da célula alvo. O alvo pode ser um dendrito, corpo celular ou axônio de outro neurônio, ou ainda uma região especializada de um músculo ou célula secretora. Os neurônios também podem se comunicar através de acoplamento elétrico direto com SINAPSES ELÉTRICAS. Vários outros processos não sinápticos de transmissão de sinal elétrico ou químico ocorrem via interações mediadas extracelulares. .
0.80
 
Sinapis .
Brassica alba .
Mostarda Branca .
Mostarda-Branca .
Gênero de plantas da família BRASSICACEAE. O nome vulgar "mostarda branca" pode referir-se à MOSTARDEIRA (BRASSICA JUNCEA ou BRASSICA NIGRA). .
0.66
 
Sistemas de Informação em Saúde .
Sistema de Informação da Atenção à Saúde .
Sistemas de Informação da Atenção à Saúde .
Sistema de Informação da Saúde .
Sistemas de Informação da Saúde .
Sistema de Informação de Saúde .
Sistemas de Informação de Saúde .
Sistema de Informação de Atenção à Saúde .
Sistemas de Informação de Atenção à Saúde .
Sistema de Informação em Saúde .
Sistema de Informação em Cuidados de Saúde .
Sistemas de Informação em Cuidados de Saúde .
Sistema de Informação na Área da Saúde .
Sistemas de Informação na Área da Saúde .
Sistemas de Informação sobre Sangue .
Sistema de Informações em Saúde .
Sistemas de Informações em Saúde .
SINAN .
Sistema de Informação de Agravo de Notificação .
Sistema de Informação de Agravos de Notificação .
Sistema Nacional de Agravo de Notificação .
Sistema Nacional de Agravos de Notificação .
Sistemas de Informação de Agravo de Notificação .
Sistemas de Informação de Agravos de Notificação .
Sistema de Informações de Agravos de Notificação .
Sistema de Informações de Agravos de Notificação (SINAN) .
Sistema para a coleta ou processamento de dados a partir de várias fontes e que usa a informação para a execução de políticas em serviços de saúde, bem como para o seu gerenciamento. Pode ter versões eletrônicas ou em papel. (Tradução livre do original: http://web.worldbank.org/WBSITE/EXTERNAL/TOPICS/EXTHEALTHNUTRITIONANDPOPULATION/EXTHSD/0,,contentMDK:22239824~menuPK:376799~pagePK:148956~piPK:216618~theSitePK:376793,00.html. http://www.who.int/healthinfo/systems/en/) .
0.61
 
/diagnóstico .
/achados .
/triagem .
/sinais .
/sintomas .
/rastreamento .
/uso diagnóstico .
Usado com doenças para todos os tipos de diagnóstico, incluindo exames, diagnóstico diferencial e prognóstico; exclui programas de rastreamento em massa para os quais "/prevenção e controle" é usado. Exclui os diagnósticos radiográfico, cintilográfico e ultrassônico para os quais "/diagnóstico por imagem" é usado. .
0.59
 
Sinais e Sintomas .
Manifestações Clínicas .
Observação Clínica .
Observações Clínicas .
Queixas e Sintomas .
Sinais .
Sinal Clínico .
Sinais Clínicos .
Sintoma .
Sintoma Clínico .
Sintomas .
Sintomas Clínicos .
Sintomas e Queixas .
Manifestações clínicas que podem ser tanto objetivas (quando observadas por médicos) como subjetivas (quando percebidas pelo paciente). .
0.59