serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D27 Ações Químicas e Utilizações .
D27.505 Ações Farmacológicas .
D27.505.519 Mecanismos Moleculares de Ação Farmacológica .
D27.505.519.562 Moduladores de Transporte de Membrana .
D27.505.519.562.437 Inibidores da Captação de Neurotransmissores .
D27.505.519.625 Neurotransmissores .
D27.505.519.625.600 Inibidores da Captação de Neurotransmissores .
D27.505.696 Efeitos Fisiológicos de Drogas .
D27.505.696.577 Neurotransmissores .
D27.505.696.577.600 Inibidores da Captação de Neurotransmissores .
D27.720 Usos Especializados de Substâncias Químicas .
D27.720.599 Agentes Neurotóxicos .
D27.720.777 Venenos .
D27.720.777.300 Substâncias para a Guerra Química .
D27.720.777.300.500 Agentes Neurotóxicos .
G02 Fenômenos Químicos .
G02.111 Fenômenos Bioquímicos .
G02.111.820 Transdução de Sinais .
G02.111.820.850 Transmissão Sináptica .
G04 Fenômenos Fisiológicos Celulares .
G04.835 Transdução de Sinais .
G04.835.850 Transmissão Sináptica .
G07 Fenômenos Fisiológicos .
G07.265 Fenômenos Eletrofisiológicos .
G07.265.880 Transmissão Sináptica .
G11 Fenômenos Fisiológicos Musculoesqueléticos e Neurais .
G11.561 Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso .
G11.561.830 Transmissão Sináptica .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Neurotransmissores .
Agentes Atuantes na Neurotransmissão .
Agentes Neurotransmissores .
Neuroesteroides .
Neuro-Humores .
Neuro-Hormônios .
Neurormônios .
Neuromoduladores .
Neurorreguladores .
Substâncias Neuronais Transmissoras .
Substâncias Neurotransmissoras .
Substâncias Transmissoras dos Nervos .
Substâncias Transmissoras do Nervo .
Substâncias Transmissoras Neuronais .
Aminoácidos Neurotransmissores .
Neurotransmissores e Agentes Atuantes na Neurotransmissão .
Neurotrasmissores e Agentes Neurotransmissores .
Substâncias usadas por suas ações farmacológicas em qualquer aspecto dos sistemas de neurotransmissores. O grupo de agentes neurotransmissores inclui agonistas, antagonistas, inibidores da degradação, inibidores da recaptação, substâncias que esgotam (depleters) estoques [ou reservas de outras substâncias], precursores, e moduladores da função dos receptores. .
0.83
 
Agentes Neurotóxicos .
Agentes Afetadores dos Nervos .
Agentes Afetantes dos Nervos .
Agentes Nervosos .
Agentes Neurais .
Agentes que Afetam a Sinapse .
Agentes que Afetam a Transmissão Sináptica .
Agentes que Afetam os Nervos .
Compostos Afetadores da Transmissão Neural .
Compostos Afetantes da Transmissão Neural .
Compostos Neurais .
Compostos Neurotóxicos .
Compostos que Afetam a Transmissão Neural .
Substâncias Afetadoras dos Nervos .
Substâncias Afetantes dos Nervos .
Substâncias Neurais .
Substâncias Neurotóxicas .
Substâncias Prejudiciais à Transmissão Neural .
Substâncias que Afetam a Sinapse .
Substâncias que Afetam a Transmissão Agentes que Afetam a Transmissão Neural .
Substâncias que Afetam a Transmissão Neural .
Substâncias que Afetam a Transmissão Sinâptica .
Substâncias que Afetam os Nervos .
Classe de compostos que afetam adversamente a transmissão de impulsos pelo SISTEMA NERVOSO. .
0.55
 
Transmissão Sináptica .
Transmissão Nervosa .
Neurotransmissão .
Comunicação de um NEURÔNIO com um alvo (músculo, neurônio ou célula secretora) através de uma SINAPSE. Na transmissão sináptica química, o neurônio pré-sináptico libera um NEUROTRANSMISSOR que se difunde através da fenda sináptica e se liga a receptores sinápticos específicos, ativando-os. Os receptores ativados modulam canais iônicos específicos e/ou sistemas de segundos mensageiros, influenciando a célula pós-sináptica. Na transmissão sináptica elétrica, os sinais elétricos estão comunicados como um fluxo de corrente iônico através de SINAPSES ELÉTRICAS. .
0.51
 
Inibidores da Captação de Neurotransmissores .
Inibidores da Recaptação de Neurotransmissores .
Inibidores da Captação de Transmissores Neuronais .
Inibidores de Captação de Neurotransmissores .
Inibidor da Captação de Neurotransmissores .
Inibidor da Recaptação de Neurotransmissores .
Inibidores de Recaptação de Neurotransmissores .
Inibidores de Captação de Transmissores Neuronais .
Drogas que inibem o transporte de neurotransmissores para o interior das extremidades do axônio ou para dentro das vesículas de armazenamento existentes nessas extremidades. Para muitos transmissores a captação determina o curso da ação do transmissor de modo que, inibida a captação, prolonga-se a atividade do transmissor. O bloqueio da captação também pode esgotar os estoques disponíveis do transmissor. Muitas drogas clinicamente importantes são inibidoras de captação, mas as reações indiretas do cérebro são frequentemente mais responsáveis pelos efeitos terapêuticos do que o bloqueio agudo da captação em si. .
0.51