serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.268 Euglenozoários .
B01.268.475 Kinetoplastida .
B01.268.475.868 Trypanosomatina .
B01.268.475.868.887 Trypanosoma .
B01.268.475.868.887.080 Trypanosoma brucei brucei .
B01.268.475.868.887.110 Trypanosoma brucei gambiense .
B01.268.475.868.887.128 Trypanosoma congolense .
B01.268.475.868.887.140 Trypanosoma cruzi .
B01.268.475.868.887.410 Trypanosoma lewisi .
B01.268.475.868.887.680 Trypanosoma rangeli .
B01.268.475.868.887.850 Trypanosoma vivax .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.011 Ciência .
SP4.011.107 Microbiologia .
SP4.011.107.238 Organismos Eucariotos Unicelulares .
SP4.011.107.238.436 Euglenozoários .
SP4.011.107.238.436.730 Trypanosoma .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Trypanosomatina .
Hepetomonas .
Leptomonas .
Trypanosomatidae .
Blastocrithidia .
Subordem de protozoários monoflagelados parasitas que vivem no sangue e tecidos do homem e outros animais. Gêneros representativos incluem: Blastocrithidia, Leptomonas, CRITHIDIA, Herpetomonas, LEISHMANIA, Phytomonas e TRYPANOSOMA. Espécies desta subordem podem existir em duas ou mais fases morfológicas, previamente nomeadas segundo os gêneros que exemplificam estas formas - amastigota (LEISHMANIA), coanomastigota (CRITHIDIA), promastigota (Leptomonas), opistomastigota (Herpetomonas), epimastigota (Blastocrithidia) e tripomastigota (TRYPANOSOMA). .
1.00
100745
 
Trypanosoma .
Nannomonas .
Tripanossomos .
Tripanossomas .
Gênero de protozoários flagelados encontrados no SANGUE e LINFA de vertebrados e invertebrados, sendo que ambos os hospedeiros são necessários para completar o ciclo de vida. .
0.93
1934368
 
Trypanosoma cruzi .
Agente da tripanossomíase sul-americana ou DOENÇA DE CHAGAS. Seus hospedeiros vertebrados são o homem e vários animais domésticos e selvagens. Insetos de diversos gêneros são os vetores. .
0.75
258610456
 
Trypanosoma vivax .
Ativo parasita do sangue presente em praticamente todos os animais domésticos na África, Índias Orientais e partes das Américas do Sul e Central. Na África, o inseto vetor é a mosca tsé-tsé. Em outros países, a infecção ocorre por meios mecânicos, indicando que os parasitas foram introduzidos a estes países e têm sido capazes de se manter mesmo sem hospedeiro intermediário adequado. É uma causa de nagana, cuja severidade depende da espécie afetada. .
0.74
 
Trypanosoma rangeli .
Parasita hemoflagelado que afeta animais domésticos e selvagens, bem como humanos e invertebrados. Apesar de induzir resposta imune, não é patogênico em humanos e outros vertebrados. Possui reatividade cruzada com TRYPANOSOMA CRUZI e, assim, pode causar o surgimento de falsos positivos para a DOENÇA DE CHAGAS. .
0.72
1667
 
Trypanosoma congolense .
Trypanosoma (Nannomonas) congolense .
Espécie de tripanossomos hemoflagelados que são transmitidos por moscas tsé-tsé causando anemia severa no gado. Estes parasitas também são encontrados em cavalos, carneiros, bodes e camelos. .
0.72
2875
 
Trypanosoma brucei brucei .
Trypanosoma brucei .
Subespécie hemoflagelada de protozoários parasitas que causam nagana em animais domésticos e selvagens na África. Aparentemente não infecta humanos. É transmitido pela picada de moscas tsé-tsé (Glossina). .
0.71
266727
 
Trypanosoma brucei gambiense .
Trypanosoma gambiense .
Subespécie hemoflagelada de protozoários parasitas que causam, em humanos, a doença do sono da Gâmbia ou do oeste africano. O hospedeiro vetorial é geralmente a mosca tsé-tsé (Glossina). .
0.70
1983
 
Trypanosoma lewisi .
Tripanossomo encontrado no sangue de ratos adultos e transmitido pela pulga do rato. É geralmente não patogênico em ratos adultos, mas podem causar infecção letal em ratos lactentes. .
0.69
7213