serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.822 Poaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.822.942 Chrysopogon .
G05 Fenômenos Genéticos .
G05.360 Estruturas Genéticas .
G05.360.337 Vetores Genéticos .
H02 Ocupações em Saúde .
H02.956 Medicina Veterinária .
M01 Pessoas .
M01.526 Categorias de Trabalhadores .
M01.526.485 Pessoal de Saúde .
M01.526.485.905 Médicos Veterinários .
M01.930 Veteranos .
N02 Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços .
N02.360 Pessoal de Saúde .
N02.360.905 Médicos Veterinários .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Chrysopogon .
Vetiveria .
Andropogon muricatum .
Andropogon muricatus .
Andropogon squarrosus .
Andropogon zizanioides .
Chrysopogon zizanioides .
Gramínea Cuscus .
Cuscus (Gramínea da Índia) .
Capim-Vetiver .
Grama-Cheirosa .
Grama-das-Índias .
Phalaris zizanioides .
Raiz-de-Cheiro .
Vetiver .
Vetiveria zizanioides .
Gênero de plantas da família POACEAE cujos RIZOMAS contêm SESQUITERPENOS e são fonte do óleo vetiver utilizado em PERFUMES. .
1.00
 
Veteranos .
Antigos membros das forças armadas. .
0.62
2712197
 
/veterinária .
Usado com doenças que ocorrem naturalmente em animais, ou para procedimentos diagnósticos, preventivos ou terapêuticos em medicina veterinária. .
0.59
 
Medicina Veterinária .
Doença Animal .
Saúde Animal .
Veterinária .
Ciência médica voltada para a prevenção, diagnóstico, e o tratamento de doenças em animais. .
0.59
59020815
 
Médicos Veterinários .
Veterinário .
Veterinários .
Indivíduos com uma graduação em medicina veterinária que lhes proporciona treinamento e qualificações para tratar doenças e lesões de animais. .
0.58
273727
 
Vetores Genéticos .
Vetores de Clonagem .
Vetores Transportadores .
Moléculas de DNA capazes de replicação autônoma dentro de uma célula hospedeira, na qual outras sequências de DNA podem ser inseridas e amplificadas. Muitos são provenientes de PLASMÍDEOS, BACTERIÓFAGOS ou VÍRUS. São usados para transportar genes estranhos às células receptoras. Os vetores genéticos possuem um local de replicação funcional e contêm MARCADORES GENÉTICOS para facilitar seu reconhecimento seletivo. .
0.53
16070205