serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D08.811.277.656.300 Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.760 Serina Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.760.210 Fator I do Complemento .
D08.811.277.656.959 Serina Proteases .
D08.811.277.656.959.350 Serina Endopeptidases .
D08.811.277.656.959.350.210 Fator I do Complemento .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.360 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.644.360.262 Ciclinas .
D12.644.360.262.400 Ciclina I .
D12.776 Proteínas .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.486 Imunoproteínas .
D12.776.124.486.274 Proteínas do Sistema Complemento .
D12.776.124.486.274.045 Enzimas Ativadoras do Complemento .
D12.776.124.486.274.045.387 Convertases de Complemento C3-C5 .
D12.776.124.486.274.045.387.750 Convertases de Complemento C3-C5 da Via Clássica .
D12.776.124.486.274.920 Proteínas Inativadoras do Complemento .
D12.776.124.486.274.920.325 Proteínas Inativadoras do Complemento C3b .
D12.776.124.486.274.920.325.210 Fator I do Complemento .
D12.776.167 Proteínas de Ciclo Celular .
D12.776.167.218 Ciclinas .
D12.776.167.218.400 Ciclina I .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.262 Ciclinas .
D12.776.476.262.400 Ciclina I .
G12 Fenômenos do Sistema Imunológico .
G12.274 Ativação do Complemento .
G12.274.695 Via Alternativa do Complemento .
G12.274.698 Via Clássica do Complemento .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Fator I do Complemento .
Fator do Complemento I .
Fator I do Sistema Complemento .
Serina proteinase plasmática que cliva as cadeias alfa do C3b e C4b na presença dos cofatores FATOR H DO COMPLEMENTO e proteína de ligação C-4, respectivamente. É uma glicoproteína de 66 kDa que converte C3b em C3b inativo (iC3b) seguido da liberação de dois fragmentos, C3c (150 kDa) e C3dg (41 kDa). Foi anteriormente denominada KAF, C3bINF, ou enzima inativadora de 3b. .
0.58
 
Via Clássica do Complemento .
Via Clássica do Sistema Complemento .
Via Clássica de Ativação do Complemento .
Ativação do complemento iniciada pela ligação do COMPLEMENTO C1 ao COMPLEXO ANTÍGENO-ANTICORPO na subunidade do COMPLEMENTO C1Q. Isto leva à ativação sequencial das subunidades COMPLEMENTO C1R e COMPLEMENTO C1S. O C1s ativado cliva o COMPLEMENTO C4 e o COMPLEMENTO C2 formando a C3 CONVERTASE (C4B2A) clássica ligada à membrana e a subsequente C5CONVERTASE (C4B2A3B), levando à clivagem do COMPLEMENTO C5 e à montagem do COMPLEXO DE ATAQUE À MEMBRANA DE COMPLEMENTO. .
0.54
 
Convertases de Complemento C3-C5 da Via Clássica .
Via Clássica das Convertases dos Complementos C3-C5 .
Enzimas importantes na via clássica da ativação do complemento (VIA CLÁSSICA DO COMPLEMENTO). Clivam o COMPLEMENTO C3 e o COMPLEMENTO C5. .
0.49
 
Proteínas Inativadoras do Complemento C3b .
Proteínas Inativadores do Complemento C3b .
Inativadores do Complemento 3b .
Inativadores do C3b .
Inibidores do C3b .
Fatores de Ativação do Conglutinogênio .
Inativadores de Complemento 3b .
Inativadores de C3b .
Inibidores de C3b .
Proteínas endógenas que inibem ou inativam o COMPLEMENTO C3B. Incluem o FATOR H DO COMPLEMENTO e o FATOR I DO COMPLEMENTO (inativador C3b/C4b). Clivam ou induzem a clivagem do C3b em fragmentos inativos sendo, assim, importantes na inibição da ATIVAÇÃO DO COMPLEMENTO e sua sequência citolítica. .
0.47
 
Via Alternativa do Complemento .
Via Alternativa de Ativação do Complemento .
Via Properdina .
Via da Properdina .
Ativação do complemento iniciada pela interação de ANTÍGENOS microbianos com o COMPLEMENTO C3B. Quando o FATOR B DO COMPLEMENTO se liga ao C3b ligado à membrana, é clivado pelo FATOR D DO COMPLEMENTO, dando origem à C3 CONVERTASE alternativa (C3BBB) que, estabilizada pelo FATOR P DO COMPLEMENTO (PROPERDINA), é capaz de clivar várias moléculas de COMPLEMENTOS C3, formando a C5 CONVERTASE alternativa (C3BBB3B), levando à clivagem do COMPLEMENTO C5 e à montagem do COMPLEXO DE ATAQUE À MEMBRANA DE COMPLEMENTO. .
0.46
 
Ativação do Complemento .
Ativação de Complemento .
Ativação sequencial de PROTEÍNAS DO COMPLEMENTO do soro para criar o COMPLEXO DE ATAQUE À MEMBRANA DE COMPLEMENTO. Entre os fatores que iniciam a ativação do complemento estão o COMPLEXO ANTÍGENO-ANTICORPO, ANTÍGENOS microbianos ou POLISSACARÍDEOS da superfície celular. .
0.45
 
Ciclina I .
Subtipo de ciclina encontrada abundantemente em tecidos pós-mitóticos. Em contraste com as ciclinas clássicas, seus níveis não oscilam durante o ciclo celular. .
0.44