serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A08 Sistema Nervoso .
A08.800 Sistema Nervoso Periférico .
A08.800.050 Sistema Nervoso Autônomo .
A08.800.050.050 Vias Autônomas .
A08.800.050.050.275 Nervo Facial .
A08.800.050.050.650 Nervo Oculomotor .
A08.800.050.050.925 Nervo Vago .
A08.800.050.600 Sistema Nervoso Parassimpático .
A08.800.050.600.149 Nervo Facial .
A08.800.050.600.475 Nervo Oculomotor .
A08.800.050.600.825 Nervo Vago .
A08.800.800 Nervos Periféricos .
A08.800.800.060 Vias Autônomas .
A08.800.800.060.275 Nervo Facial .
A08.800.800.060.650 Nervo Oculomotor .
A08.800.800.060.920 Nervo Vago .
A08.800.800.120 Nervos Cranianos .
A08.800.800.120.250 Nervo Facial .
A08.800.800.120.600 Nervo Oculomotor .
A08.800.800.120.640 Nervo Olfatório .
A08.800.800.120.680 Nervo Óptico .
A08.800.800.120.760 Nervo Trigêmeo .
A08.800.800.120.900 Nervo Vago .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Nervos Cranianos .
Doze pares de nervos que transportam fibras aferentes gerais, aferentes viscerais, aferentes especiais, eferentes somáticas e eferentes autônomas. .
0.75
903079
 
Nervo Vago .
X Nervo Craniano .
X Par Craniano .
Nervo Craniano X .
Nervo Pneumogástrico .
Décimo Nervo Craniano .
O décimo nervo craniano. O nervo vago é um nervo misto que contém fibras aferentes somáticas (da pele da região posterior da orelha e meato acústico externo), fibras aferentes viscerais (da faringe, laringe, tórax e abdome), fibras eferentes parassimpáticas (para o tórax e abdome) e fibras eferentes para o músculo estriado (da laringe e faringe). .
0.72
8919283
 
Nervo Olfatório .
I Nervo Craniano .
I Par Craniano .
Par Craniano I .
Primeiro Par Craniano .
Nervo Craniano I .
Primeiro Nervo Craniano .
O primeiro nervo craniano. O nervo olfatório transporta a sensação olfatória. É formado pelos axônios dos NEURÔNIOS RECEPTORES OLFATÓRIOS que projetam do epitélio olfatório (no epitélio nasal) para o BULBO OLFATÓRIO. .
0.67
91622
 
Nervo Óptico .
II Nervo Craniano .
II Par Craniano .
Nervo Craniano II .
Segundo Nervo Craniano .
O segundo nervo craniano que transporta informação visual da RETINA para o cérebro. Este nervo leva os axônios das CÉLULAS GANGLIONARES DA RETINA, que se reorganizam no QUIASMA ÓPTICO e continuam através do TRATO ÓPTICO para o cérebro. A maior projeção é para os núcleos geniculados laterais; outros alvos importantes incluem os COLÍCULOS SUPERIORES e NÚCLEO SUPRAQUIASMÁTICO. Ainda que conhecido como o segundo nervo craniano, é considerado parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL. .
0.67
19315122
 
Nervo Facial .
VII Nervo Craniano .
VII Par Craniano .
Sétimo Par Craniano .
Nervo Craniano VII .
Sétimo Nervo Craniano .
Nervo de Wrisberg .
Nervo Intermediário .
Nervo Intermediário de Wrisberg .
Sétimo Par Cranianno .
VII nervo craniano. O nervo facial é composto de duas partes, uma raiz motora maior que pode ser chamada de nervo facial propriamente dito, e uma raiz intermediária menor ou raiz sensitiva (nervo intermédio). Juntas, estas raizes fornecem a inervação eferente dos músculos da expressão facial e das glândulas lacrimais e salivares, e transportam informação aferente para a gustação nos 2/3 anteriores da língua e tato da orelha externa. .
0.66
2148516
 
Nervo Oculomotor .
III Nervo Craniano .
III Par Craniano .
Nervo Craniano III .
Terceiro Nervo Craniano .
O III nervo craniano. O nervo oculomotor envia fibras motoras para os músculos levantador da pálpebra, reto superior, reto inferior e oblíquo inferior do olho. Envia também fibras eferentes parassimpáticas (via gânglio ciliar) para os músculos controladores da constrição e acomodação da pupila. As fibras motoras se originam nos núcleos oculomotores do mesencéfalo. .
0.66
412688
 
Nervo Trigêmeo .
V Nervo Craniano .
V Par Craniano .
Nervo Craniano V .
Quinto Nervo Craniano .
O quinto e maior nervo craniano. O nervo trigêmeo é um nervo misto, composto de uma parte motora e sensitiva. A parte sensitiva, maior, forma os nervos oftálmico, mandibular e maxilar que transportam fibras aferentes sensitivas de estímulos internos e externos provenientes da pele, músculos e junturas da face e boca, e dentes. A maioria destas fibras se originam de células do GÂNGLIO TRIGÊMEO e projetam para o NÚCLEO ESPINAL DO TRIGÊMEO no tronco encefálico. A menor parte motora nasce do núcleo motor do trigêmeo no tronco encefálico e inerva os músculos da mastigação. .
0.66
987933