serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

C18 Doenças Nutricionais e Metabólicas .
C18.452 Doenças Metabólicas .
C18.452.845 Deficiências na Proteostase .
C18.654 Transtornos Nutricionais .
C18.654.521 Desnutrição .
C18.654.521.500 Deficiências Nutricionais .
C18.654.521.500.708 Deficiência de Proteína .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.260 Proteínas de Ligação a DNA .
D12.776.260.400 Proteínas de Homeodomínio .
D12.776.260.400.249 Proteínas de Domínio MADS .
D12.776.260.400.249.374 Proteína DEFICIENS .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.750 Sinapsinas .
D12.776.744 Fosfoproteínas .
D12.776.744.840 Sinapsinas .
D12.776.765 Proteínas de Plantas .
D12.776.765.249 Proteína DEFICIENS .
D12.776.930 Fatores de Transcrição .
D12.776.930.397 Proteínas de Domínio MADS .
D12.776.930.397.374 Proteína DEFICIENS .
G02 Fenômenos Químicos .
G02.111 Fenômenos Bioquímicos .
G02.111.730 Proteostase .
G03 Metabolismo .
G03.816 Proteostase .
M01 Pessoas .
M01.150 Pessoas com Deficiência .
SP6 Nutrição em Saúde Pública .
SP6.016 Transtornos Nutricionais .
SP6.016.052 Deficiências Nutricionais .
SP6.016.052.058 Desnutrição .
SP6.016.052.058.089 Deficiência de Proteína .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Deficiências na Proteostase .
Transtornos de Mal Dobramento de Proteínas .
Deficiências da Homeostase Proteica .
Transtornos por Mal Dobramento de Proteínas .
Transtornos do Dobramento de Proteínas .
Distúrbios causados por desequilíbrios na rede de HOMEOSTASE PROTEICA - síntese, arranjo conformacional e transporte de proteínas, modificações pós-traducionais, e degradação e clearance de proteínas com conformação errônea. .
0.76
3527
 
Proteostase .
Homeostase das Proteínas .
Homeostase de Proteínas .
Homeostase Proteica .
Regulação da concentração, dobramento, interações e localização celular de cada uma das proteínas que compõem o PROTEOMA. .
0.52
08
 
Deficiência de Proteína .
Deficiência de Proteínas .
Deficiência Proteica .
Subnutrição Proteica .
Desnutrição Proteica .
Situação nutricional produzida pela deficiência de proteínas na dieta, caracterizada por alterações enzimáticas adaptivas no fígado, aumento nas aminoácido-sintetases, e diminuição da formação de ureia, preservando, assim, o nitrogênio e reduzindo sua perda na urina. O crescimento, a resposta imune, o reparo tecidual, e a produção de enzimas e hormônios são alguns dos aspectos prejudicados pela deficiência severa de proteínas. A deficiência de proteínas pode também surgir como consequência da ingestão adequada de proteínas caso as proteínas sejam de má qualidade (i. é, o conteúdo de um ou mais aminoácidos é inadequado, tornando-se portanto, o fator limitante na utilização de proteínas). .
0.48
1243893
 
Pessoas com Deficiência .
Deficiência .
Deficiências .
Deficiência Física .
Deficiências Fisicas .
Deficiente Físico .
Incapacidade .
Incapacidade Funcional .
Limitação Física .
Pessoa com Desvantagem .
Pessoas com Desvantagens .
Pessoa com Incapacidade .
Pessoas com Incapacidade .
Pessoas com Deficiências .
Pessoas com Incapacidades .
Pessoa com Incapacidade Física .
Pessoa com Deficiência Fisica .
Pessoas com Deficiência Física .
Pessoas com Incapacidade Física .
Pessoas com Deficiências Físicas .
Pessoa com Limitação Física .
Pessoas com Limitação Física .
Pessoas com Limitações Físicas .
Pessoa com Necessidade Especial .
Pessoas com Necessidade Especial .
Pessoas com Necessidades Especiais .
Deficiente .
Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais .
Portadores de Necessidades Especiais .
Pessoas Portadoras de Deficiências .
Portadores de Deficiências .
Pessoas Portadoras de Deficiência .
Deficientes .
PESSOAS DEFICIENTES .
INCAPACITADOS .
Pessoas com deficiência física ou mental que afeta ou limita suas atividades de vida diárias e que podem requerer acomodações especiais. .
0.45
179434820
 
Proteína DEFICIENS .
Deficiens é um gene homeótico envolvido no controle do desenvolvimento da flor de Antirrhinum majus. É uma das quatro principais proteínas que definem estruturalmente a superfamília das PROTEÍNAS DE DOMÍNIO MADS. .
0.45
030
 
Sinapsinas .
Sinapsina I .
Sinapsina II .
Sinapsina III .
Proteína I .
Proteína III .
Família de proteínas associadas às vesículas sinápticas envolvidas na regulação de curto prazo da liberação de NEUROTRANSMISSORES. A sinapsina I, o membro predominante desta família, liga as VESÍCULAS SINÁPTICAS a FILAMENTOS DE ACTINA no terminal nervoso pré-sináptico. Essas interações são moduladas pela FOSFORILAÇÃO reversível da sinapsina I através de várias vias de transdução de sinal. A proteína também é um substrato para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE C-AMP e para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE CÁLCIO-CALMODULINA. Acredita-se que essas propriedades funcionais também sejam compartilhadas pela sinapsina II. .
0.45
01470