serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.352 Esterases .
D08.811.277.352.335 Desoxirribonucleases .
D08.811.277.352.335.350 Endodesoxirribonucleases .
D08.811.277.352.335.350.250 Desoxirribonuclease I .
D08.811.913 Transferases .
D08.811.913.696 Fosfotransferases .
D08.811.913.696.445 Nucleotidiltransferases .
D08.811.913.696.445.308 DNA Nucleotidiltransferases .
D08.811.913.696.445.308.300 DNA Polimerase Dirigida por DNA .
D08.811.913.696.445.308.300.225 DNA Polimerase I .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.157 Proteínas de Transporte .
D12.776.157.125 Proteínas de Ligação ao Cálcio .
D12.776.157.125.050 Anexinas .
D12.776.157.125.050.100 Anexina A5 .
D12.776.220 Proteínas do Citoesqueleto .
D12.776.220.790 Plaquinas .
D12.776.220.790.500 Desmoplaquinas .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.395.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.395.550.200.170 Antígeno CD146 .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.543.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.543.550.200.140 Antígeno CD146 .
D12.776.624 Proteínas de Neoplasias .
D12.776.624.301 Antígenos Específicos de Melanoma .
D12.776.624.301.249 Antígeno CD146 .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.750 Sinapsinas .
D12.776.744 Fosfoproteínas .
D12.776.744.840 Sinapsinas .
D13 Ácidos Nucleicos, Nucleotídeos e Nucleosídeos .
D13.695 Nucleotídeos .
D13.695.578 Polinucleotídeos .
D13.695.578.550 Polirribonucleotídeos .
D13.695.578.550.650 Poli I .
D23 Fatores Biológicos .
D23.050 Antígenos .
D23.050.285 Antígenos de Neoplasias .
D23.050.285.439 Antígenos Específicos de Melanoma .
D23.050.285.439.249 Antígeno CD146 .
D23.050.301 Antígenos de Superfície .
D23.050.301.350 Moléculas de Adesão Celular .
D23.050.301.350.150 Antígeno CD146 .
G05 Fenômenos Genéticos .
G05.365 Variação Genética .
G05.365.590 Mutação .
G05.365.590.029 Desequilíbrio Alélico .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.011 Ciência .
SP4.011.072 Ciências Ambientais .
SP4.011.072.578 Ecologia .
SP4.011.072.578.019 Desequilíbrio Ecológico .
SP4.011.072.578.029 Equilíbrio Ecológico .
SP8 Desastres .
SP8.473 Risco .
SP8.473.654 Ameaças .
SP8.473.654.377 Meio Ambiente .
SP8.473.654.377.027 Ecossistema .
SP8.473.654.377.027.008 Desequilíbrio Ecológico .
SP8.473.654.377.027.014 Equilíbrio Ecológico .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Desequilíbrio Ecológico .
Meio Ambiente Alterado .
Alteração das relações de interdependência entre os elementos que conformam o meio ambiente, que afeta negativamente a existência, a transformação e o desenvolvimento do homem e dos demais seres vivos. .
0.52
 
Equilíbrio Ecológico .
Harmonia Ecológica .
Relação de interdependência que se dá entre os elementos que constituem o meio ambiente, a mesma que torna possível a existência, a transformação e o desenvolvimento do homem e dos demais seres vivos. (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992) .
0.40
 
Desmoplaquinas .
Desmoplaquina .
Desmoplaquina 1 .
Desmoplaquina I .
Desmoplaquina 2 .
Desmoplaquina II .
Desmoplaquinas são proteínas linker citoesqueléticas que sustentam os FILAMENTOS INTERMEDIÁRIOS da MEMBRANA PLASMÁTICA aos DESMOSSOMOS. .
0.39
01292
 
Poli I .
Inosina Polinucleotídeos .
Ácidos Poli-Inosínicos .
INOSINA POLINUCLEOTÍDIOS .
Grupo de ribonucleotídeos inosina nos quais os resíduos fosfato de cada ribonucleotídeo inosina atuam como pontes formando ligações diéster entre as moléculas de ribose. .
0.37
0266
 
Desoxirribonuclease I .
DNase I .
Estreptodornase .
Enzima capaz de hidrolisar o DNA altamente polimerizado rompendo as ligações fosfodiéster, preferencialmente as adjacentes a um nucleotídeo de pirimidina. Catalisa a clivagem endonucleolítica do DNA fornecendo os produtos finais 5'-fosfodi- e oligonucleotídeo. A enzima tem preferência por DNA de fita dupla. .
0.36
106589
 
Antígeno CD146 .
Antígenos CD146 .
Gicerina .
Glicoproteína MUC18 .
Molécula de Adesão Celular do Melanoma .
Antígeno Associado ao Endotélio S-Endo 1 .
Molécula de adesão celular da superfamília das imunoglobulinas expressas por CÉLULAS ENDOTELIAIS, nas quais atua na estabilização das JUNÇÕES INTERCELULARES. também encontra-se altamente expressa em células tumorais de melanoma e pode facilitar sua metastatização (ver METÁSTASE NEOPLÁSICA). .
0.36
0626
 
DNA Polimerase I .
DNA Polimerase I Dependente de DNA .
Pol I .
Fragmento Klenow .
DNA Polimerase alfa .
DNA polimerase dependente de DNA, caracterizada em procariotos, e que pode estar presente em organismos superiores. Tem tanto atividade de exonuclease 3'-5'quanto 5'-3', mas não pode usar o DNA de fita dupla nativo como molde-iniciador. Não é inibida por reagentes sulfidrílicos e é ativa tanto na síntese quanto no reparo do DNA. Ec 2.7.7.7. .
0.35
72958
 
Anexina A5 .
Anexina V .
Proteína Anticoagulante I de Placenta .
Ancorina CII .
Calfobindina I .
Endonexina II .
Lipocortina V .
PAP-I .
Proteína da família anexina isolada da PLACENTA humana e outros tecidos. Inibe a FOSFOLIPASE A2 citosólica e demonstra atividade anticoagulante. .
0.34
54472
 
Sinapsinas .
Sinapsina I .
Sinapsina II .
Sinapsina III .
Proteína I .
Proteína III .
Família de proteínas associadas às vesículas sinápticas envolvidas na regulação de curto prazo da liberação de NEUROTRANSMISSORES. A sinapsina I, o membro predominante desta família, liga as VESÍCULAS SINÁPTICAS a FILAMENTOS DE ACTINA no terminal nervoso pré-sináptico. Essas interações são moduladas pela FOSFORILAÇÃO reversível da sinapsina I através de várias vias de transdução de sinal. A proteína também é um substrato para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE C-AMP e para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE CÁLCIO-CALMODULINA. Acredita-se que essas propriedades funcionais também sejam compartilhadas pela sinapsina II. .
0.33
01470
 
Desequilíbrio Alélico .
Situação em que um membro (alelo) de um par de genes foi perdido (PERDA DE HETEROZIGOSIDADE) ou amplificado. .
0.33
3626