serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A08 Sistema Nervoso .
A08.340 Gânglios .
A08.340.390 Gânglios Sensitivos .
A08.340.390.550 Gânglio Nodoso .
A08.800 Sistema Nervoso Periférico .
A08.800.050 Sistema Nervoso Autônomo .
A08.800.050.050 Vias Autônomas .
A08.800.050.050.925 Nervo Vago .
A08.800.050.050.925.550 Gânglio Nodoso .
A08.800.050.600 Sistema Nervoso Parassimpático .
A08.800.050.600.825 Nervo Vago .
A08.800.050.600.825.550 Gânglio Nodoso .
A08.800.350 Gânglios Sensitivos .
A08.800.350.550 Gânglio Nodoso .
A08.800.800 Nervos Periféricos .
A08.800.800.060 Vias Autônomas .
A08.800.800.060.920 Nervo Vago .
A08.800.800.060.920.550 Gânglio Nodoso .
A08.800.800.120 Nervos Cranianos .
A08.800.800.120.900 Nervo Vago .
A08.800.800.120.900.550 Gânglio Nodoso .
C04 Neoplasias .
C04.557 Neoplasias por Tipo Histológico .
C04.557.465 Neoplasias Embrionárias de Células Germinativas .
C04.557.465.625 Tumores Neuroectodérmicos .
C04.557.465.625.600 Neoplasias Neuroepiteliomatosas .
C04.557.465.625.600.380 Glioma .
C04.557.465.625.600.380.350 Ganglioglioma .
C04.557.470 Neoplasias Epiteliais e Glandulares .
C04.557.470.670 Neoplasias Neuroepiteliomatosas .
C04.557.470.670.380 Glioma .
C04.557.470.670.380.350 Ganglioglioma .
C04.557.580 Neoplasias de Tecido Nervoso .
C04.557.580.625 Tumores Neuroectodérmicos .
C04.557.580.625.600 Neoplasias Neuroepiteliomatosas .
C04.557.580.625.600.380 Glioma .
C04.557.580.625.600.380.350 Ganglioglioma .
C10 Doenças do Sistema Nervoso .
C10.228 Doenças do Sistema Nervoso Central .
C10.228.140 Encefalopatias .
C10.228.140.163 Encefalopatias Metabólicas .
C10.228.140.163.100 Encefalopatias Metabólicas Congênitas .
C10.228.140.163.100.435 Doenças por Armazenamento dos Lisossomos do Sistema Nervoso .
C10.228.140.163.100.435.825 Esfingolipidoses .
C10.228.140.163.100.435.825.300 Gangliosidoses .
C16 Doenças e Anormalidades Congênitas, Hereditárias e Neonatais .
C16.320 Doenças Genéticas Inatas .
C16.320.565 Erros Inatos do Metabolismo .
C16.320.565.189 Encefalopatias Metabólicas Congênitas .
C16.320.565.189.435 Doenças por Armazenamento dos Lisossomos do Sistema Nervoso .
C16.320.565.189.435.825 Esfingolipidoses .
C16.320.565.189.435.825.300 Gangliosidoses .
C16.320.565.398 Erros Inatos do Metabolismo Lipídico .
C16.320.565.398.641 Lipidoses .
C16.320.565.398.641.803 Esfingolipidoses .
C16.320.565.398.641.803.350 Gangliosidoses .
C16.320.565.595 Doenças por Armazenamento dos Lisossomos .
C16.320.565.595.554 Doenças por Armazenamento dos Lisossomos do Sistema Nervoso .
C16.320.565.595.554.825 Esfingolipidoses .
C16.320.565.595.554.825.300 Gangliosidoses .
C18 Doenças Nutricionais e Metabólicas .
C18.452 Doenças Metabólicas .
C18.452.132 Encefalopatias Metabólicas .
C18.452.132.100 Encefalopatias Metabólicas Congênitas .
C18.452.132.100.435 Doenças por Armazenamento dos Lisossomos do Sistema Nervoso .
C18.452.132.100.435.825 Esfingolipidoses .
C18.452.132.100.435.825.300 Gangliosidoses .
C18.452.584 Transtornos do Metabolismo dos Lipídeos .
C18.452.584.687 Lipidoses .
C18.452.584.687.803 Esfingolipidoses .
C18.452.584.687.803.350 Gangliosidoses .
C18.452.648 Erros Inatos do Metabolismo .
C18.452.648.189 Encefalopatias Metabólicas Congênitas .
C18.452.648.189.435 Doenças por Armazenamento dos Lisossomos do Sistema Nervoso .
C18.452.648.189.435.825 Esfingolipidoses .
C18.452.648.189.435.825.300 Gangliosidoses .
C18.452.648.398 Erros Inatos do Metabolismo Lipídico .
C18.452.648.398.641 Lipidoses .
C18.452.648.398.641.803 Esfingolipidoses .
C18.452.648.398.641.803.350 Gangliosidoses .
C18.452.648.595 Doenças por Armazenamento dos Lisossomos .
C18.452.648.595.554 Doenças por Armazenamento dos Lisossomos do Sistema Nervoso .
C18.452.648.595.554.825 Esfingolipidoses .
C18.452.648.595.554.825.300 Gangliosidoses .
C23 Condições Patológicas, Sinais e Sintomas .
C23.550 Processos Patológicos .
C23.550.369 Gliose .
D09 Carboidratos .
D09.400 Glicoconjugados .
D09.400.410 Glicolipídeos .
D09.400.410.420 Glicoesfingolipídeos .
D09.400.410.420.025 Glicoesfingolipídeos Acídicos .
D09.400.410.420.025.475 Gangliosídeos .
D10 Lipídeos .
D10.390 Glicolipídeos .
D10.390.470 Glicoesfingolipídeos .
D10.390.470.025 Glicoesfingolipídeos Acídicos .
D10.390.470.025.475 Gangliosídeos .
D10.570 Lipídeos de Membrana .
D10.570.877 Esfingolipídeos .
D10.570.877.360 Glicoesfingolipídeos .
D10.570.877.360.025 Glicoesfingolipídeos Acídicos .
D10.570.877.360.025.475 Gangliosídeos .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.260 Proteínas de Ligação a DNA .
D12.776.260.615 Fatores Nucleares Respiratórios .
D12.776.260.615.249 Fator de Transcrição de Proteínas de Ligação GA .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.395.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.395.550.200.263 Molécula de Adesão da Célula Epitelial .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.543.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.543.550.200.263 Molécula de Adesão da Célula Epitelial .
D12.776.930 Fatores de Transcrição .
D12.776.930.618 Fatores Nucleares Respiratórios .
D12.776.930.618.249 Fator de Transcrição de Proteínas de Ligação GA .
D23 Fatores Biológicos .
D23.050 Antígenos .
D23.050.285 Antígenos de Neoplasias .
D23.050.285.357 Molécula de Adesão da Célula Epitelial .
D23.050.301 Antígenos de Superfície .
D23.050.301.350 Moléculas de Adesão Celular .
D23.050.301.350.263 Molécula de Adesão da Célula Epitelial .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Gânglios .
Grupamentos de neurônios multipolares envolvidos por uma cápsula de TECIDO CONJUNTIVO frouxamente organizados localizados fora do SISTEMA NERVOSO CENTRAL. .
0.38
1577298
 
Fator de Transcrição de Proteínas de Ligação GA .
Fator 2 Nuclear Respiratório .
Fator de transcrição heterotetramérico composto por duas proteínas distintas. Seu nome se refere ao fato de ligar-se às sequências de DNA ricas em GUANINA e ADENINA. A proteína de ligação a GA integra várias vias de TRANSDUÇÃO DE SINAL e regula a expressão dos GENES envolvidos no controle do CICLO CELULAR, BIOSSÍNTESE DE PROTEÍNAS e o METABOLISMO CELULAR. .
0.36
0345
 
Gangliosídeos .
Sialoglicoesfingolipídeos .
SIALOGLICOESFINGOLIPÍDIOS .
GANGLIOSÍDIOS .
Subclasse dos GLICOESFINGOLIPÍDEOS ACÍDICOS. Contêm um ou mais resíduos de ácido siálico (ÁCIDO N-ACETILNEURAMÍNICO). Utilizando o sistema Svennerholm de abreviação, os gangliosídeos são designados por G para gangliosídeo, depois o subscrito M, D, ou T para mono-, di-, ou trissialo, respectivamente, sendo a letra subscrita seguida por um numeral arábico subscrito para indicar a sequência da migração na cromatografia de camadas finas. .
0.35
669016
 
Molécula de Adesão da Célula Epitelial .
Antígeno Associado a Tumor GA733 .
Antígeno GA733 Associado a Tumor .
Antígeno GA 733 Associado a Tumor .
Antígeno CD326 .
Antígeno Epitelial Específico .
Antígeno ESA .
Antígeno GA733 .
EpCAM .
Ep-CAM .
Proteína CD326 .
Proteína Tacstd1 .
Molécula de adesão celular que é expressa nas membranas de quase todas as CÉLULAS EPITELIAIS, principalmente nas junções entre as células epiteliais intestinais e os LINFÓCITOS intraepiteliais. Também é expressa na superfície de ADENOCARCINOMA e de células epiteliais tumorais. Pode agir na MUCOSA por meio de interações homfílicas, fornecendo, assim, uma barreira contra infecção. Também regula a proliferação e a diferenciação de CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS. .
0.33
11275
 
Gânglio Nodoso .
Gânglio inferior (caudal) do nervo vago (X par craniano). As células do gânglio nodoso unipolar são sensitivas enviando projeções centrais para a medula e processos periféricos correndo em vários ramos do nervo vago. .
0.33
21073
 
Ganglioglioma .
Tumores raros, indolentes compostos por células neoplásicas neuronais e gliais ocorrendo principalmente, em crianças e adultos jovens. Lesões benignas tendem a ser associadas com sobrevida longa, a não ser que o tumor degenere a uma forma histologicamente maligna. Tendem a ocorrer no nervo óptico, substância branca do cérebro e da medula espinhal. .
0.33
27800
 
Gliose .
Astrocitose .
Produção de uma rede fibrosa densa de neuróglia; inclui astrocitose, que é uma proliferação de astrócitos na área de uma lesão degenerativa. .
0.32
244007
 
Gangliosidoses .
Grupo de transtornos autossômicos recessivos do armazenamento lisossômico, evidenciados pelo acúmulo de GANGLIOSÍDEOS. São causados por deficiência enzimática ou cofatores defeituosos necessários para a degradação normal de gangliosídeos nos LISOSSOMOS. Os gangliosídeos são classificados pelo gangliosídeo específico acumulado na via de degradação defeituosa. .
0.32
9568