serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.399 Isomerases .
D08.811.399.325 cis-trans-Isomerases .
D08.811.399.325.500 Peptidilprolil Isomerase .
D08.811.399.325.500.400 Imunofilinas .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.486 Imunoproteínas .
D12.776.124.486.485 Imunoglobulinas .
D12.776.124.486.485.114 Anticorpos .
D12.776.124.486.485.114.837 Precipitinas .
D12.776.124.790 Soroglobulinas .
D12.776.124.790.651 Imunoglobulinas .
D12.776.124.790.651.114 Anticorpos .
D12.776.124.790.651.114.580 Imunoconjugados .
D12.776.124.790.651.114.580.450 Imunotoxinas .
D12.776.124.790.651.114.837 Precipitinas .
D12.776.377 Globulinas .
D12.776.377.715 Soroglobulinas .
D12.776.377.715.548 Imunoglobulinas .
D12.776.377.715.548.114 Anticorpos .
D12.776.377.715.548.114.580 Imunoconjugados .
D12.776.377.715.548.114.580.450 Imunotoxinas .
D12.776.377.715.548.114.837 Precipitinas .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.543.750.705 Receptores Imunológicos .
D12.776.543.750.705.400 Imunofilinas .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.750 Sinapsinas .
D12.776.744 Fosfoproteínas .
D12.776.744.840 Sinapsinas .
D12.776.827 Receptores de Droga .
D12.776.827.275 Imunofilinas .
D27 Ações Químicas e Utilizações .
D27.505 Ações Farmacológicas .
D27.505.696 Efeitos Fisiológicos de Drogas .
D27.505.696.477 Fatores Imunológicos .
D27.505.696.477.067 Adjuvantes Imunológicos .
D27.888 Ações Tóxicas .
D27.888.569 Noxas .
D27.888.569.271 Imunotoxinas .
E02 Terapêutica .
E02.095 Terapia Biológica .
E02.095.465 Imunomodulação .
E02.095.465.425 Imunoterapia .
E05 Técnicas de Pesquisa .
E05.196 Técnicas de Química Analítica .
E05.196.150 Precipitação Química .
E05.196.150.639 Imunoprecipitação .
E05.478 Técnicas Imunológicas .
E05.478.605 Imunoprecipitação .
G02 Fenômenos Químicos .
G02.111 Fenômenos Bioquímicos .
G02.111.570 Estrutura Molecular .
G02.111.570.820 Conformação Molecular .
G02.111.570.820.709 Conformação Proteica .
G02.111.570.820.709.275 Elementos Estruturais de Proteínas .
G02.111.570.820.709.275.750 Domínios Proteicos .
G02.111.570.820.709.275.750.250 Domínios de Imunoglobulina .
G12 Fenômenos do Sistema Imunológico .
G12.450 Imunidade .
G12.450.573 Imunidade nas Mucosas .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Imunoproteínas .
Proteínas sanguíneas cujas atividades afetam ou desempenham um papel no funcionamento do sistema imunológico. .
0.71
382
 
Sinapsinas .
Sinapsina I .
Sinapsina II .
Sinapsina III .
Proteína I .
Proteína III .
Família de proteínas associadas às vesículas sinápticas envolvidas na regulação de curto prazo da liberação de NEUROTRANSMISSORES. A sinapsina I, o membro predominante desta família, liga as VESÍCULAS SINÁPTICAS a FILAMENTOS DE ACTINA no terminal nervoso pré-sináptico. Essas interações são moduladas pela FOSFORILAÇÃO reversível da sinapsina I através de várias vias de transdução de sinal. A proteína também é um substrato para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE C-AMP e para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE CÁLCIO-CALMODULINA. Acredita-se que essas propriedades funcionais também sejam compartilhadas pela sinapsina II. .
0.48
01470
 
Imunoprecipitação .
Agrupamento de ANTÍGENOS solúveis com ANTICORPOS, só ou com fatores de ligação de anticorpos, como os ANTIANTICORPOS ou a PROTEÍNA ESTAFILOCÓCICA A, nos complexos suficientemente grandes para precipitarem na solução. .
0.47
2016727
 
Precipitinas .
Precipitados Imunes .
Imunoprecipitados .
Anticorpos que determinam a IMUNOPRECIPITAÇÃO quando combinados com antígenos. .
0.47
41358
 
Adjuvantes Imunológicos .
Imunoativadores .
Imunopotenciadores .
Imunoestimulantes .
Imunoadjuvantes .
Substâncias que aumentam, estimulam, ativam, potenciam ou modulam a resposta imune em nível celular ou humoral. Os agentes clássicos (adjuvante de Freund, BCG, Corynebacterium parvum, etc.) contêm antígenos bacterianos. Alguns são endógenos (p. ex., histamina, interferon, fator de transferência, tuftsina, interleucina-1). Seu modo de ação pode ser inespecífico (resultando em responsividade imune aumentada a uma ampla variedade de antígenos), ou específico para o antígeno (i.e., afetando um tipo restrito de resposta imune a um grupo reduzido de antígenos). A eficácia terapêutica de muitos modificadores de respostas biológicas está relacionada com a especificidade entre os imunoadjuvantes e os antígenos. .
0.45
33934443
 
Imunidade nas Mucosas .
Resposta Imune de Mucosa .
Imunidade da Mucosa .
Imunidade das Mucosas .
Imunidade de Mucosa .
Resposta Imunitária da Mucosa .
Resposta Imunológica da Mucosa .
Resposta Imune Mucosa .
Imunidade Mucosal .
Não susceptibilidade aos efeitos patogênicos de micro-organismos estranhos ou substâncias antigênicas como um resultado das secreções de anticorpos pelas mucosas. O epitélio mucoso nos tratos gastrintestinal, respiratório e reprodutor produz uma forma de IgA (IMUNOGLOBULINA A SECRETORA) que serve para proteger estas portas de entrada para o interior do corpo. .
0.45
796819
 
Imunofilinas .
Neurofilinas .
Membros de uma família de proteínas altamente conservadas que são todas PEPTIDILPROLIL ISOMERASE cis-trans. Ligam-se aos fármacos imunossupressores CICLOSPORINA, TACROLIMUS e SIROLIMUS. Possuem atividade de rotamase, que é inibida pelos fármacos imunossupressores que se ligam a elas. .
0.44
0591
 
Domínios de Imunoglobulina .
Dobra de Imunoglobulina .
Domínio C1 de Ig .
Domínio C1 de Imunoglobulina .
Domínio C2 de Ig .
Domínio C2 de Imunoglobulina .
Domínio de Configuração C1 de Imunoglobulina .
Domínio de Configuração C2 de Ig .
Domínio de Configuração C2 de Imunoglobulina .
Domínio de Configuração de Imunoglobulina V .
Domínio de Configuração I de Imunoglobulina .
Domínio de Configuração V de Ig .
Domínio de Imunoglobulina .
Domínio I de Imunoglobulina .
Domínio Ig .
Domínio Semelhante a Ig .
Domínio Semelhante a Imunoglobulina .
Domínio V de Ig .
Domínio V de Imunoglobulina .
Domínios Ig .
Domínios compactos de proteína globular de aproximadamente 80 a 110 aminoácidos. São caracterizados por duas pregas beta antiparalelas estabilizadas por interações de HIDROFOBICIDADE e ligações dissulfídicas entre as fitas opostas. Três principais subtipos de domínios de Ig são reconhecidos: variável (V), intermediário (I) e constante (C1 ou C2). Membros da superfamília das imunoglobulinas incluem RECEPTORES DE ANTÍGENOS, RECEPTORES DE CITOCINAS e MOLÉCULAS DE ADESÃO CELULAR que possuem domínios de imunoglobulina. .
0.43
09
 
Imunoterapia .
Manipulação do sistema imune do hospedeiro, no tratamento de doença. Inclui imunização ativa e passiva, bem como terapia imunossupressiva para prevenir rejeição de enxertos. .
0.43
49935798
 
Imunotoxinas .
Conjugados Anticorpo-Toxina .
Híbridos Anticorpo-Toxina .
Conjugados Anticorpo-Citotoxina .
Toxinas Direcionadas .
Conjugados Toxina-Anticorpo .
Híbridos Toxina-Anticorpo .
Transportadoras de Toxinas .
Toxinas Conjugadas .
Toxinas Quiméricas .
Conjugados semissintéticos de várias moléculas tóxicas, incluindo ISÓTOPOS RADIOATIVOS e toxinas de bactérias ou de plantas, com substâncias imunitárias específicas como IMUNOGLOBULINAS, ANTICORPOS MONOCLONAIS e ANTÍGENOS. O agente imunitário antitumoral ou antiviral transporta a toxina para o tumor ou para a célula infectada onde a toxina exerce seu efeito tóxico. .
0.43
144285