serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.500 Invertebrados .
B01.050.500.131 Artrópodes .
B01.050.500.131.617 Insetos .
B01.050.500.131.617.720 Pterigotos .
B01.050.500.131.617.720.500 Neópteros .
B01.050.500.131.617.720.500.500 Holometábolos .
B01.050.500.131.617.720.500.500.750 Dípteros .
B01.050.500.131.617.720.500.500.750.712 Nematóceros .
B01.050.500.131.617.720.500.500.750.712.500 Culicomorfos .
B01.050.500.131.617.720.500.500.750.712.500.500 Ceratopogonidae .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.044 Anacardiaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.898 Simaroubaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.898.799 Simarouba .
D05 Substâncias Macromoleculares .
D05.750 Polímeros .
D05.750.078 Biopolímeros .
D05.750.078.730 Proteínas dos Microfilamentos .
D05.750.078.730.475 Miosinas .
D05.750.078.730.475.470 Miosina Tipo I .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.040 Hidrolases Anidrido Ácido .
D08.811.277.040.025 Adenosina Trifosfatases .
D08.811.277.040.025.193 Proteínas Motores Moleculares .
D08.811.277.040.025.193.750 Miosinas .
D08.811.277.040.025.193.750.500 Miosina Tipo I .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.360 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.644.360.420 Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
D12.776 Proteínas .
D12.776.097 Proteínas de Bactérias .
D12.776.097.533 Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
D12.776.210 Proteínas Contráteis .
D12.776.210.500 Proteínas Musculares .
D12.776.210.500.600 Miosinas .
D12.776.210.500.600.465 Miosina Tipo I .
D12.776.220 Proteínas do Citoesqueleto .
D12.776.220.525 Proteínas dos Microfilamentos .
D12.776.220.525.475 Miosinas .
D12.776.220.525.475.470 Miosina Tipo I .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.420 Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.543.750.054 Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
G01 Fenômenos Físicos .
G01.060 Fenômenos Astronômicos .
G01.060.075 Objetos Astronômicos .
G01.060.075.730 Sistema Solar .
G01.060.075.730.700 Planetas .
G01.060.075.730.700.625 Marte .
G01.311 Fenômenos Geológicos .
G01.311.625 Oceanos e Mares .
G16 Fenômenos Biológicos .
G16.500 Fenômenos Ecológicos e Ambientais .
G16.500.275 Meio Ambiente .
G16.500.275.725 Águas Salinas .
G16.500.275.725.500 Água do Mar .
G16.500.275.725.500.650 Oceanos e Mares .
HP4 Materia Medica .
HP4.018 Medicamento Homeopático .
HP4.018.623 Medicamento Homeopático Q .
HP4.018.623.452 Quassia amara .
SP8 Desastres .
SP8.473 Risco .
SP8.473.654 Ameaças .
SP8.473.654.622 Oceanografia .
SP8.473.654.622.677 Swell (Oceanografia) .
Z01 Localizações Geográficas .
Z01.756 Oceanos e Mares .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Simarouba .
Marupá .
Quassia simarouba .
Gênero de plantas (família SIMAROUBACEAE) cujos membros produzem quassinoides. .
0.62
419
 
Anacardiaceae .
Anacardiáceas .
Abaraíba .
Aguaraibá-Guaçu .
Araroeira .
Aroeira .
Aroeira-do-Amazonas .
Aroeira-Folha-de-Salso .
Aroeira-Vermelha .
Corneíba .
Pimenteira do Peru .
Cotinus .
Lannea .
Lithrea .
Marula .
Pimenteira Brasileira .
Pimenteira da Califórnia .
Schinus .
Sclerocarya .
Spondias .
Lannae .
Família da planta "Sumagre" (ordem Sapindales, subclasse Rosidae e classe Magnoliopsida) cujas árvores, arbustos e trepadeiras tropicais e subtropicais possuem canais resinosos na casca. A seiva de muitas espécies é irritante para a pele. .
0.54
107431
 
Ceratopogonidae .
Mosquito-do-Mangue .
Maruim .
Heleidae .
Culicoides .
Moscas Mordedoras .
Leptoconops .
Família de moscas mordedoras da ordem dípteros. Inclui o gênero Culicoides que transmite parasitas filariais patogênicos ao homem e outros primatas. .
0.52
741690
 
Swell (Oceanografia) .
Marejada .
Marulhada .
Marulho .
Mar de Fundo .
Swell .
Swells são ondas oceânicas que viajaram fora de sua área de geração. Caracteristicamente exibe um período mais regular e mais longo e tem cristas mais planas do que as ondas dentro de sua "fetch". (Tradução livre do original: AMERICAN METEOROLOGICAL SOCIETY. Glossary of Meteorology (Ralph E. Huschke, ed.). Boston: American Meteorological Society. 1959. 638 p. Citado en Glossary of Oceanographic Terms. 2nd Edition. 1966. Edited by B. B. BAKER, Jr., W. R. DEEBEL, R. D. GEISENDERFER. Oceanographic Analysis Division. Marine Sciences Department. U.S. NAVAL OCEANOGRAPHIC OFFICE. Washington, D.C. 20390. Disponível em https://archive.org/stream/glossaryofoceano00unit/glossaryofoceano00unit_djvu.txt) Swells são ondas não produzidas pelo vento local e que vêm em um período mais longo (comprimento de onda maior) do que as ondas produzidas pelo vento local. (Tradução livre do original: Glossary of Terms for Detailed Wave Information. National Oceanic and Atmospheric Administration. Disponível em http://www.ndbc.noaa.gov/waveobs.shtml) Marejada é uma agitação pouco acentuada das ondas do mar. Também conhecida por marulho, marulhada. (Grande Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa) .
0.48
00
 
Quassia amara .
Marupaúba .
Marupá-Verdadeiro .
Quina-de-Caiena .
Medicamento homeopático. Abrev.: "quas.". Origem vegetal. Habitat original: Guiana. Parte utilizada: madeira. .
0.47
60
 
Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
MACP-I .
MACP-II .
Proteína Quimiotática 1 Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática 2 Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática 3 Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática I Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática II Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática III Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática 1 Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática 2 Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática 3 Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática I Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática II Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática III Aceitadora de Metil .
Proteínas Quimiotáticas Aceitadoras de Metil .
Proteínas Quimiotáticas de Aceitação de Metil .
Proteínas transmembrana sensitivas receptoras que são componentes centrais de sistemas quimiotáticos de várias espécies de bactérias móveis que incluem ESCHERICHIA COLI e SALMONELLA TYPHIMURIUM. Proteínas quimiotáticas aceptoras de metil devem o seu nome ao processo de adaptação sensorial que envolve a metilação em vários resíduos de glutamil no seu domínio citoplasmático. As proteínas quimiotáticas aceptoras de metil desencadeiam respostas quimiotáticas através de gradientes químicos espaciais, fazendo com que os organismos se movam ao encontro de estímulos favoráveis ou contra estímulos tóxicos. .
0.47
0882
 
Oceanos e Mares .
Mares .
Grandes extensões de água salgada que, juntas, cobrem mais de 70 por cento da superfície da Terra. Mares podem ser totalmente ou parcialmente rodeados por terra e são menores do que os cinco oceanos (Atlântico, Pacífico, Índico, Ártico e Antártico). .
0.46
2510428
 
Miosina Tipo I .
Miosina I .
Miosina Ia .
Miosina Ib .
Miosina Tipe I .
Subclasse de miosinas, geralmente encontrada associada com estruturas membranosas ricas em actina, como os filopódios. Os membros da família de miosina tipo I são ubiquamente expressos em eucariontes. As cadeias pesadas de miosina tipo I perderam a estrutura espiral formando as sequências em suas caudas, portanto não dimerizam. .
0.46
1348
 
Marte .
Deimos .
Fobos .
Quarto planeta a partir do sol. Seus dois satélites naturais são Deimos e Fobos. É um dos quatro planetas internos ou terrestres do sistema solar. .
0.45
41618