serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.649 Mamíferos .
B01.050.150.900.649.313 Eutérios .
B01.050.150.900.649.313.988 Primatas .
B01.050.150.900.649.313.988.400 Haplorrinos .
B01.050.150.900.649.313.988.400.600 Platirrinos .
B01.050.150.900.649.313.988.400.600.575 Pitheciidae .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.401 Fabaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.618 Lilianae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.100 Asparagales .
B01.650.940.800.575.912.250.618.100.060 Asparagaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.100.060.032 Agave .
C03 Doenças Parasitárias .
C03.908 Zoonoses .
C03.908.650 Pitiose .
C22 Doenças dos Animais .
C22.761 Pitiose .
D06 Hormônios, Substitutos de Hormônios e Antagonistas de Hormônios .
D06.472 Hormônios .
D06.472.699 Hormônios Peptídicos .
D06.472.699.631 Hormônios Hipofisários .
D06.472.699.631.692 Hormônios Neuro-Hipofisários .
D06.472.699.631.692.781 Vasopressinas .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.400 Neuropeptídeos .
D12.644.400.900 Vasopressinas .
D12.644.456 Oligopeptídeos .
D12.644.456.925 Vasopressinas .
D12.644.548 Hormônios Peptídicos .
D12.644.548.691 Hormônios Hipofisários .
D12.644.548.691.692 Hormônios Neuro-Hipofisários .
D12.644.548.691.692.781 Vasopressinas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.650 Neuropeptídeos .
D12.776.631.650.937 Vasopressinas .
HP4 Materia Medica .
HP4.018 Medicamento Homeopático .
HP4.018.220 Medicamento Homeopático D .
HP4.018.220.854 Duboisia hopwoodi .
VS2 Vigilância Sanitária de Produtos .
VS2.001 Controle e Fiscalização de Alimentos e Bebidas .
VS2.001.001 Alimentos .
VS2.001.001.001 Alimentos Integrais .
VS2.001.001.001.002 Fabaceae .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Fabaceae .
Afzelia .
Amorpha .
Andira .
Baptisia .
Caesalpiniaceae .
Callerya .
Ceratonia .
Cesalpiniaceae .
Cesalpiniácea .
Cesalpiniáceas .
Clathrotropis .
Clatrótrope .
Colophospermum .
Copaifera .
Delonix .
Euchresta .
Feijão .
Feijões .
Guibourtia .
Legumes .
Leguminosae .
Leguminosas .
Machaerium .
Pithecolobium .
Pithecellobium .
Stryphnodendron .
Vagem .
Vagens .
Grande família de plantas caracterizadas por vagens. Algumas são comestíveis, enquanto outras causam LATIRISMO ou FAVISMO e outras formas de envenenamento. Outras espécies produzem materiais úteis, como as gomas da ACÁCIA e várias LECTINAS, como as FITO-HEMAGLUTININAS de PHASEOLUS. Muitas delas abrigam bactérias FIXADORAS DE NITROGÊNIO em suas raizes. Muitas espécies, mas nem todas, de feijões pertencem a esta família. .
1.00
69212883
 
Pitheciidae .
Cacajao .
Cacajau .
Callicebinae .
Chiropotes .
Pithecia .
Pitheciinae .
Sauás .
Uacari .
Uacaris .
Pitecídeos .
Piteciídeos .
Pithecinae .
Família dos Macacos do Novo Mundo da infraordem PLATYRRHINI composta por duas subfamílias: Callicebinae e Pitheciinae. .
0.67
4125
 
Duboisia hopwoodi .
Duboisia hopwoodii .
Pitura .
Medicamento homeopático. Pituri. Abrev.: "dubo-h.". Origem vegetal. Habitat original: Austrália. .
0.45
00
 
Agave .
Piteira-dos-Valados .
Pita 23388 .
Piteira .
Maguey .
Gênero conhecido pelas fibras obtidas de suas folhas: sisal de A. sisalana, henequém de A. fourcroyoides e A. cantala, ou a fibra Manila-Maguey de A. cantala. Algumas espécies fornecem uma seiva, que quando fermentada, é uma bebida tóxica, denominada 'pulque' no México. Algumas contêm agavesídeos. .
0.43
14290
 
Pitiose .
Doença causada pelo organismo aquático PYTHIUM insidiosum que ocorre basicamente em cavalos, bovinos, cães, gatos, peixes e, raramente, em humanos. É classificada em três formas: ocular, cutânea e arterial. .
0.43
 
Vasopressinas .
Pitresina .
Hormônios Antidiuréticos .
beta Hipofamina .
Hormônio Antidiurético .
Hormônios antidiuréticos liberados pela NEUROIPÓFISE de todos os vertebrados (a estrutura varia com a espécie) para regular o equilíbrio hídrico e a osmolaridade. Geralmente a vasopressina é um nonapeptídeo, consistindo em um anel de seis aminoácidos com uma ponte dissulfeto entre as cisteínas 1 e 6, ou um octapeptídeo contendo uma CISTINA. Todos mamíferos têm arginina-vasopressina, exceto o porco, que apresenta uma lisina na posição 8. A vasopressina é um vasoconstritor que atua nos ductos coletores renais, aumentando a reabsorção de água, o volume e a pressão sanguínea. .
0.41
14219310