serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D10 Lipídeos .
D10.532 Lipoproteínas .
D10.532.091 Apolipoproteínas .
D10.532.091.200 Apolipoproteínas A .
D10.532.091.200.100 Apolipoproteína A-I .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.070 Apoproteínas .
D12.776.070.400 Apolipoproteínas .
D12.776.070.400.200 Apolipoproteínas A .
D12.776.070.400.200.100 Apolipoproteína A-I .
D12.776.521 Lipoproteínas .
D12.776.521.120 Apolipoproteínas .
D12.776.521.120.200 Apolipoproteínas A .
D12.776.521.120.200.100 Apolipoproteína A-I .
D27 Ações Químicas e Utilizações .
D27.505 Ações Farmacológicas .
D27.505.519 Mecanismos Moleculares de Ação Farmacológica .
D27.505.519.124 Alquilantes .
D27.505.519.124.035 Antineoplásicos Alquilantes .
D27.505.954 Usos Terapêuticos .
D27.505.954.248 Antineoplásicos .
D27.505.954.248.150 Antineoplásicos Alquilantes .
D27.505.954.502 Fármacos Hematológicos .
D27.505.954.502.135 Antidrepanocíticos .
D27.888 Ações Tóxicas .
D27.888.569 Noxas .
D27.888.569.035 Alquilantes .
D27.888.569.035.035 Antineoplásicos Alquilantes .
G07 Fenômenos Fisiológicos .
G07.690 Fenômenos Farmacológicos e Toxicológicos .
G07.690.773 Fenômenos Farmacológicos .
G07.690.773.984 Resistência a Medicamentos .
G07.690.773.984.395 Resistência a Medicamentos Antineoplásicos .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Resistência a Medicamentos Antineoplásicos .
Resistência a Antineoplásicos .
Resistência a Agentes Antineoplásicos .
Resistência a Drogas Antineoplásicas .
Resistência Neoplásica a Antibióticos .
Resistência aos Antineoplásicos .
Resistência Neoplásica a Drogas .
Resistência Neoplásica a Fármacos .
Resistência Neoplásica a Medicamentos .
Resistência ou resposta diminuída de uma neoplasia a um agente antineoplásico [observada] em humanos, animais, ou culturas de células/tecidos. .
0.66
7538962
 
Antineoplásicos .
Agentes Antineoplásicos .
Fármacos Antineoplásicos .
Antineoplásico .
Agentes Antineoplásicos e Imunossupressores .
Antineoplásicos e Imunossupressores .
Substâncias que inibem ou impedem a proliferação de NEOPLASIAS. .
0.55
1171234327
 
Antidrepanocíticos .
Agentes Antiafoiçamento .
Agentes Antidrepaniformação .
Agentes Antidrepanocíticos .
Agentes Antifalciformação .
Agentes Antifalciformantes .
Agentes Antifalcização .
Agentes Antissiclêmicos .
Agentes Desfalcização .
Fármacos Antiafoiçamento .
Fármacos Antidrepaniformação .
Fármacos Antidrepaniformantes .
Fármacos Antidrepanocíticos .
Fármacos Antifalciformacão .
Fármacos Antifalciformantes .
Fármacos Antifalcizantes .
Substâncias Antiafoiçamento .
Substâncias Antidrepaniformação .
Substâncias Antidrepaniformantes .
Substâncias Antidrepanocíticas .
Substâncias Antifalciformação .
Substâncias Antifalciformantes .
Substâncias Antifalcizantes .
Substâncias Antissiclêmicas .
Agentes Anti-Siclêmicos .
Agentes usados para impedir ou reverter os eventos patológicos que levam à falciformação dos eritrócitos na doença das células falciformes. .
0.53
9849
 
Apolipoproteína A-I .
Apo A-I .
Componente proteico mais abundante das LIPOPROTEÍNAS HDL. Esta proteína atua como aceptor do COLESTEROL liberado das células, promovendo o efluxo do colesterol para o HDL e depois para o FÍGADO, para ser excretado (transporte reverso do colesterol). Atua também como cofator da LECITINA COLESTEROL ACILTRANSFERASE, que forma ÉSTERES DE COLESTEROL nas partículas de HDL. As mutações no gene APOA1 causam deficiência de HDL, como na doença familiar de deficiência da alfa lipoproteína e em alguns pacientes com a DOENÇA DE TANGIER. .
0.46
507940
 
Antineoplásicos Alquilantes .
Antineoplásico Alquilante .
Alquilante Antineoplásico .
Alquilantes Antineoplásicos .
Agentes Alquilantes Antineoplásicos .
Agentes Antineoplásicos Alquilantes .
Classe de fármacos que difere dos outros alquilantes usados clinicamente, porque são monofuncionais e, portanto, incapazes de formar ligações cruzadas com macromoléculas celulares. Entre suas propriedades comuns estão a necessidade de ativação metabólica a intermediários com eficácia antitumoral, e a presença na sua estrutura química de grupos N-metil que, metabolizados, podem modificar o DNA covalentemente. Os mecanismos precisos pelos quais cada uma destes fármacos age para matar células tumorais não são completamente compreendidos. (Tradução livre do original: AMA, Drug Evaluations Annual, 1994, p. 2026) .
0.46
429137