serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D05 Substâncias Macromoleculares .
D05.500 Complexos Multiproteicos .
D05.500.890 Sistemas de Translocação de Proteínas .
D05.500.890.500 Sistemas de Secreção Bacterianos .
D05.500.890.500.500 Sistemas de Secreção Tipo I .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D08.811.277.656.300 Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.760 Serina Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.760.210 Fator I do Complemento .
D08.811.277.656.959 Serina Proteases .
D08.811.277.656.959.350 Serina Endopeptidases .
D08.811.277.656.959.350.210 Fator I do Complemento .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.486 Imunoproteínas .
D12.776.124.486.274 Proteínas do Sistema Complemento .
D12.776.124.486.274.920 Proteínas Inativadoras do Complemento .
D12.776.124.486.274.920.325 Proteínas Inativadoras do Complemento C3b .
D12.776.124.486.274.920.325.210 Fator I do Complemento .
E02 Terapêutica .
E02.319 Tratamento Farmacológico .
E02.319.300 Sistemas de Liberação de Medicamentos .
E07 Equipamentos e Provisões .
E07.505 Bombas de Infusão .
E07.505.254 Bombas de Infusão Implantáveis .
E07.858 Equipamentos Cirúrgicos .
E07.858.082 Órgãos Artificiais .
E07.858.082.505 Bombas de Infusão .
E07.858.082.505.254 Bombas de Infusão Implantáveis .
G02 Fenômenos Químicos .
G02.211 Liberação Controlada de Fármacos .
G03 Metabolismo .
G03.787 Farmacocinética .
G03.787.321 Liberação Controlada de Fármacos .
G07 Fenômenos Fisiológicos .
G07.690 Fenômenos Farmacológicos e Toxicológicos .
G07.690.725 Farmacocinética .
G07.690.725.321 Liberação Controlada de Fármacos .
HP4 Materia Medica .
HP4.018 Medicamento Homeopático .
HP4.018.375 Medicamento Homeopático I .
N04 Administração de Serviços de Saúde .
N04.452 Organização e Administração .
N04.452.528 Sistemas de Medicação .
VS2 Vigilância Sanitária de Produtos .
VS2.006 Controle e Fiscalização de Equipamentos e Provisões .
VS2.006.002 Equipamentos e Provisões Hospitalares .
VS2.006.002.013 Bombas de Infusão .
VS2.006.002.013.001 Bombas de Infusão Implantáveis .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Sistemas de Liberação de Medicamentos .
Direcionamento do Medicamento .
Enfoque do Medicamento .
Medicamentos Extremamente Precisos .
Vetorização de Medicamentos .
Vetorização de Fármacos .
Vetorização de Drogas .
Focagem do Medicamento .
Orientação de Medicamentos .
Orientação de Drogas .
Orientação de Fármacos .
SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS .
Sistema de liberação de medicamentos para atingir locais de ação farmacológica. Entre as tecnologias empregadas estão a preparação do medicamento, via de administração, local-alvo, metabolismo e toxicidade. .
0.68
15948502
 
Bombas de Infusão Implantáveis .
Sistemas Implantáveis de Liberação de Medicamentos .
Bombas Implantáveis de Perfusão .
Bombas Implantáveis Peristálticas .
Sistemas Programáveis de Implante de Medicação .
SISTEMAS IMPLANTÁVEIS DE EXTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS .
Sistemas de propulsão de líquidos implantados com fonte de força autocontida para propiciar uma taxa controlada de distribuição a longo prazo de medicamentos, como agentes quimioterápicos ou analgésicos. A taxa de distribuição pode ser controlada externamente ou osmoticamente ou controlado peristalticamente com o auxílio de monitores transcutâneos. .
0.57
243424
 
Bombas de Infusão .
Bomba de Infusão .
Sistemas de Infusão de Medicamentos .
Infusores .
Sistemas de Distribuição Endovenosa de Medicamentos .
Sistemas de Distribuição Intravenosa de Medicamentos .
Bombas de Perfusão .
Bombas de Infusão Externa .
Sistemas de propulsão de fluidos conduzidos mecanicamente, eletricamente ou osmoticamente que são usados para injetar (ou infundir) substâncias ao longo do tempo em um paciente ou animal experimental; usado rotineiramente em hospitais para manter uma linha intravenosa evidente, administrar substâncias neoplásicas e outros medicamentos em tromboembolismo, doença cardíaca, diabetes mellitus (SISTEMAS DE INFUSÃO DE INSULINA também estão disponíveis) e outros distúrbios. .
0.50
1105023
 
Sistemas de Medicação .
Sistemas de Distribuição de Medicamentos em Doses Unitárias .
Sistemas globais, tradicionais ou automatizados, de fornecimento de medicamento a pacientes. .
0.50
76798
 
Sistemas de Secreção Tipo I .
Sistemas de secreção de bactérias Gram-negativas que translocam efetores em uma única etapa por meio das membranas internas e externas. A secreção em uma etapa é realizada por um canal que passa pelo CITOPLASMA, através da membrana interna, pelo PERIPLASMA e pelo ESPAÇO EXTRACELULAR. A especificidade dos sistemas de secreção do tipo I é determinada pela especificidade dos três subcomponentes que formam o canal - um transportador de ATP (TRANSPORTADORES DE CASSETES DE LIGAÇÃO DE ATP), uma proteína de fusão de membrana (PROTEÍNAS DE FUSÃO DE MEMBRANA) e uma proteína da parte exterior da membrana (PROTEÍNAS DA MEMBRANA BACTERIANA EXTERNA). .
0.46
010
 
Liberação Controlada de Fármacos .
Liberação Controlada de Medicamentos .
Liberação Controlada de Drogas .
Liberação Dosada de Fármacos .
Liberação de Fármacos .
Liberação de fármacos das FORMAS DE DOSAGEM para a solução. .
0.46
473353
 
Medicamento Homeopático I .
Medicamento homeopático. .
0.46
00
 
Fator I do Complemento .
Fator do Complemento I .
Fator I do Sistema Complemento .
Serina proteinase plasmática que cliva as cadeias alfa do C3b e C4b na presença dos cofatores FATOR H DO COMPLEMENTO e proteína de ligação C-4, respectivamente. É uma glicoproteína de 66 kDa que converte C3b em C3b inativo (iC3b) seguido da liberação de dois fragmentos, C3c (150 kDa) e C3dg (41 kDa). Foi anteriormente denominada KAF, C3bINF, ou enzima inativadora de 3b. .
0.42
0257