serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.583 Lamiales .
B01.650.940.800.575.912.250.583.520 Lamiaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.583.520.455 Lycopus .
C10 Doenças do Sistema Nervoso .
C10.228 Doenças do Sistema Nervoso Central .
C10.228.140 Encefalopatias .
C10.228.140.163 Encefalopatias Metabólicas .
C18 Doenças Nutricionais e Metabólicas .
C18.452 Doenças Metabólicas .
C18.452.132 Encefalopatias Metabólicas .
C18.452.394 Transtornos do Metabolismo de Glucose .
C18.452.584 Transtornos do Metabolismo dos Lipídeos .
D02 Compostos Orgânicos .
D02.092 Aminas .
D02.092.877 Compostos de Amônio Quaternário .
D02.092.877.883 Compostos de Trimetil Amônio .
D02.092.877.883.077 Betaína .
D02.675 Oniocompostos .
D02.675.276 Compostos de Amônio Quaternário .
D02.675.276.125 Betaína .
N03 Economia e Organizações de Saúde .
N03.706 Controle Social Formal .
N03.706.110 Credenciamento .
N03.706.110.510 Licenciamento .
N05 Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde .
N05.700 Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde .
N05.700.200 Credenciamento .
N05.700.200.450 Licenciamento .
SP9 Direito Sanitário .
SP9.030 Direito Administrativo .
SP9.030.010 Administração Pública .
SP9.030.010.010 Atos Administrativos .
SP9.030.010.010.090 Licenciamento .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Encefalopatias Metabólicas .
Doenças Encefálicas Metabólicas .
Transtornos Metabólicos do Sistema Nervoso Central .
Transtornos Metabólicos do Encéfalo .
Transtornos Encefálicos Metabólicos .
Transtornos Metabólicos Encefálicos .
Doenças Metabólicas do Encéfalo .
Doenças Cerebrais Metabólicas .
Transtornos Metabólicos do Cérebro .
DOENÇAS CEREBRAIS METABÓLICAS ADQUIRIDAS .
ENCEFALOPATIA METABÓLICA ADQUIRIDA .
DOENÇAS METABÓLICAS ADQUIRIDAS DO SISTEMA NERVOSO .
Doenças metabólicas congênitas ou adquiridas produzindo dano ou disfunção encefálica. Estas incluem afecções metabólicas primárias (i. é, transtornos intrínsecos ao encéfalo) e secundárias (i. é, extracranianas), que afetam adversamente a função cerebral. .
0.71
261897
 
Lycopus .
Lícopo .
Marroio-d'Água .
Lycopus americanus .
Erva-Consólida .
Gênero de plantas (família LAMIACEAE) contendo ácido rosmarínico e diterpenoides isopimarana que tem sido utilizado na medicina popular para HIPERTIREOIDISMO. .
0.50
231
 
Betaína .
Licina .
Oxineurina .
Composto encontrado na natureza que levantou interesse por seu papel na osmorregulação. Como droga, o cloridrato de betaína foi utilizado como fonte de ácido clorídrico no tratamento da hipocloridria. Betaína foi também utilizada no tratamento de doenças hepáticas, da hipercalemia, da homocistinuria e em distúrbios gastrointestinais. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p1341) .
0.48
123066
 
Licenciamento .
Autorização Formal .
Concessão de Licenças .
Licenciado .
Licença para Pessoal Institucional .
Licença .
Licenças .
Permissão Formal .
Habilitação Formal .
Permissões .
Autorização .
Permissão .
A autoridade legal ou permissão formal de autoridades para continuar certas atividades que por lei ou regulamento requerem tal permissão. Pode ser aplicado a licenciamento de instituições como também de indivíduos. .
0.47
785969
 
Transtornos do Metabolismo dos Lipídeos .
Distúrbios do Metabolismo dos Lipídeos .
Distúrbios do Metabolismo dos Lipídios .
Distúrbios do Metabolismo Lipídico .
Distúrbios Metabólicos dos Lipídeos .
Transtornos Metabólicos dos Lipídeos .
Transtornos do Metabolismo Lipídico .
Estados patológicos resultantes de anabolismo ou catabolismo anormais de lipídeos no corpo. .
0.47
33377
 
Transtornos do Metabolismo de Glucose .
Transtornos do Metabolismo da Glucose .
Transtornos do Metabolismo da Glicose .
Afecções em que a GLICEMIA não consegue ser mantida dentro do limite normal, como na HIPOGLICEMIA e HIPERGLICEMIA. A etiologia destes transtornos variam. A concentração plasmática de glucose para sobreviver é crítica, já que é a fonte predominante de energia para o SISTEMA NERVOSO CENTRAL. .
0.45
30650